Flávio Tavares debate documentário

006 (7)Como parte das comemorações pelo seu 49° aniversário de fundação, a ASA exibiu, no dia 18 de agosto, domingo, o documentário O dia que durou 21 anos, de Camilo Tavares. O filme, que recebeu vários prêmios internacionais e foi muito aplaudido pelo público, revela a participação norte-americana nas articulações que levaram ao golpe civil-militar no Brasil, em 1964. O jornalista Flávio Tavares, pai do diretor e responsável pelas entrevistas no documentário, debateu longamente com os presentes. Muito elogiado pela plateia, o evento foi dedicado à memória do brigadeiro Rui Moreira Lima, recentemente falecido. Veterano piloto de combate na Segunda Guerra Mundial, o brigadeiro foi perseguido pela ditadura por não ter apoiado o golpe. Chegou a ser preso três vezes.

Seja o primeiro a comentar