Pelo cessar-fogo imediato no Oriente Médio Pela retomada das negociações

Lista de adesões pessoais

        No dia 4 de agosto, cinco entidades judaicas divulgaram um comunicado sobre os acontecimentos em Gaza, intitulado Pelo cessar-fogo imediato no Oriente Médio – Pela retomadas das negociações. A repercussão foi muito grande. Fomos contatados por pessoas das comunidades judaicas do Brasil e do exterior, manifestando interesse em subscrever o documento. No dia 5 de agosto, abrimos esta lista de adesões e, em menos de 3 dias, recebemos cerca de 150 apoios. Publicamos, agora, esta lista, que vem logo após o texto do comunicado.

        Aproveitamos para registrar que, no mesmo intervalo de tempo, recebemos também a solidariedade de pessoas que não pertencem às comunidades judaicas, mas que se identificam com o texto que elaboramos. A elas expressamos o nosso mais profundo agradecimento e informamos que uma lista destas pessoas será colocada em breve no site da ASA (www.asa.org.br).

Rio de Janeiro, 8 de agosto de 2014

Diretoria da ASA – Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação

 Pelo cessar-fogo imediato no Oriente Médio

Pela retomada das negociações

        Nós, judeus brasileiros e argentinos, não podemos ficar calados frente aos últimos acontecimentos em Israel e na Faixa de Gaza. A escalada bélica está transformando Gaza, uma das regiões mais pobres e densamente povoadas do planeta, em gigantesca pilha de escombros e cadáveres. Não são poupados mercados, escolas, mesquitas, residências de todos os tipos. Do outro lado da fronteira, israelenses vivem sobressaltados com o lançamento maciço de foguetes vindos da Faixa de Gaza, que visam, principalmente, a população civil.

        Entendemos que, na origem do atual conflito, existe uma rede complexa de causas. No terreno político imediato, há uma clara tentativa israelense de inviabilizar, manu militari, o governo de unidade nacional palestino, anunciado em junho passado. É importante lembrar que este governo seria formado por tecnocratas e o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, declarou que haveria um reconhecimento imediato do Estado de Israel, base para negociações de paz. Aos extremistas abrigados no atual governo de Israel não interessa o caminho que leve a um Estado palestino independente. O campo militar completa o terreno político. As armas traduzem a indisposição ao diálogo que os fundamentalistas de ambos os lados alimentam há muito tempo.

        A ocupação de territórios palestinos por colonos israelenses, condenada inúmeras vezes pela comunidade internacional, nunca parou desde 1967 e é a grande causa estrutural do conflito israelense-palestino. Há uma ampliação permanente dos assentamentos ilegais, com chancela estatal e recursos portentosos dos aliados de Israel. A ocupação oprime a população palestina de diversas formas, que vão do terror militar às crescentes dificuldades de locomoção. Os israelenses acabam sendo, também, vítimas desta política colonial. Sua sociedade canaliza para os assentamentos  recursos essenciais para o desenvolvimento do país. Os colonos, fanatizados por miragens messiânicas, têm peso relevante na política do país e envenenam a alma nacional com posturas racistas e excludentes. As consequências da brutalidade dos militares em território palestino são devastadoras para a psique dos jovens, muitos dos quais têm se recusado a servir nestas áreas.

        Existe uma falácia perigosa por trás de bombas, mísseis e morteiros. Com a sofisticação da tecnologia bélica, criou-se a ilusão de que há uma solução militar para o conflito israelense-palestino. Ela perpassa casernas, bunkers e formadores de opinião. É preciso dar um basta muito firme a essa tendência, que só adia, com enorme sofrimento, a indispensável negociação entre as partes. Enquanto falam as armas, silencia o Homem.

        Tendo em vista estas observações, reivindicamos:

1. Um imediato, incondicional e permanente cessar-fogo entre Israel e a Faixa de Gaza, com a retirada das tropas israelenses. Que o cessar-fogo seja supervisionado pelos capacetes azuis da ONU.

2. Desocupação dos territórios palestinos, estabelecendo-se novas fronteiras com base nas linhas existentes antes da guerra de junho de 1967 e respeitando-se a resolução número 242, da ONU, aprovada em 22 de novembro de 1967.

 3. A implementação da fórmula dois povos para dois Estados, com reconhecimento mútuo e garantias para a segurança de ambos. Que o Estado palestino, sem descontinuidade territorial, tenha direito a manter todas as instituições definidoras de um estado moderno.

4. O combate a todas as manifestações de antissemitismo originadas no conflito entre os dois povos. Repudiamos energicamente as tentativas de criminalizar todo o povo judeu por conta de atitudes dos governos israelenses.

3 de agosto de 2014

ASA – Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação (Rio de Janeiro – Brasil)

ADAF – Associação David Frischman de Cultura e Recreação (Niterói – Brasil)

Casa do Povo/ICIB (São Paulo – Brasil)

Clube de Cultura (Porto Alegre – Brasil)

ICUF – Ídisher Cultur Farband (Argentina)

 

Lista de adesões pessoais

Airan Milititsky Aguiar (Porto Alegre)

Alan Floyd Gipsztejn (Porto Alegre)

Alejandro Gitron (Santa Fé/Argentina)

Alejandro Gabriel Steinman (Córdoba/Argentina)

Alejandro Horowitz (Buenos Aires/Argentina)

Alex Kantorowicz Buck (São Paulo)

Alicia M. Kirschbaum (Salta/Argentina)

Ana Diamant (Buenos Aires/Argentina)

Ana Paula Leibruder (Berlim/Alemanha)

Ana Rosa Tendler (Rio de Janeiro)

Anna Frank (São Paulo)

Arnaldo Welmowicki (Niterói/RJ)

Beatriz Rosalia Kessler (Salta/Argentina)

Benjamin Malamud (Córdoba/Argentina)

Bernardo Furrer (Rio de Janeiro)

Bernardo Schnaider (Santa Fé/Argentina)

Brenda Szajnman (Buenos Aires/Argentina)

Breno Altman (São Paulo)

Carlos Solman (Buenos Aires/Argentina)

Catalina Kovensky (Santa Fé/Argentina)

Celina Koffman (Santa Fé/Argentina)

Clara Goldfarb (Rio de Janeiro)

Claudio Cherep (Santo Tomé/Argentina)

Daniel Gustavo (Santa Fé/Argentina)

Daniel Silber (Santa Fé/Argentina)

Diana Kogan (Buenos Aires/Argentina)

Dora Dorfman (Santa Fé/Argentina)

Edith Zonenschain (Rio de Janeiro)

Edna Graber (Niterói/RJ)

Eduardo Barcesat (Buenos Aires Argentina)

Eliane Faerstein (Amsterdam/Holanda)

Eliane Pszczol (Rio de Janeiro)

Elsa Drucaroff (Buenos Aires/Argentina)

Emilia Marcipar (La Rioja/Argentina)

Enrique Dobry Berggrun (Bogotá/Colômbia)

Ernesto Lekerman (Buenos Aires/Argentina)

Estela Scheinvar (Rio de Janeiro)

Esther Galina (Córdoba/Argentina)

Ethel Leon (São Paulo)

Eva Spitz (Rio de Janeiro)

Fania Fridman (Rio de Janeiro)

Fany Goldfarb Figueira (Rio de Janeiro)

Federico Kessler (Santa Fé/Argentina)

Fernanda Grunfeld (São Paulo)

Fernando Morais (São Paulo)

Fernando Roitter (Córdoba/Argentina)

Fichel Davit Chargel (Rio de Janeiro)

Flávio Limoncic (Rio de Janeiro)

Francisco Abraham Paz Morena (Sonora/México)

Gabriel Brener (Buenos Aires/Argentina)

Gabriel H. Rubinstein (Buenos Aires/Argentina)

Grabiela Draganits (Buenos Aires/Argentina)

Ghizela Marcel (Rio de Janeiro)

Gitel Bucaresky (Rio de Janeiro)

Gladys García (Buenos Aires/Argentina)

Glenda Lien (Santa Fé/Argentina)

Graciela Rubin (Córdoba/Argentina)

Helena Waizbort (Niterói/RJ)

Heliete Vaitsman (Rio de Janeiro)

Henri Acselrad (Rio de Janeiro)

Henrique Samet (Rio de Janeiro)

Herman Schiller (Buenos Aires/Argentina)

Ines Fridman Garcia (Rio de Janeiro)

Isa Grinspum Ferraz (São Paulo)

Isa Mara Lando (Rio de Janeiro)

Jacques Gruman (Rio de Janeiro)

Jacobo Grosfeld (Buenos Aires/Argentina)

Jaier Lejwa (Buenos Aires/Argentina)

Jaime Brener (São Paulo)

Jaime Kessler (Santa Fé/Argentina)

Jaime Waldman (Buenos Aires/Argentina)

Joana Zatz Mussi (São Paulo)

Jorge Grispun (São Paulo)

Jose Hurovich (Buenos Aires/Argentina)

Juana Teper (Santa Fé/Argentina)

Julio Luis Wasilkowski (Buenos Aires/Argentina)

Leon Zonenschain (Rio de Janeiro)

Leonor Sclar (Mendoza/Argentina)

Lia Zatz (São Paulo)

Luis Aguilar (Buenos Aires/Argentina)

Luis María Burstein (Buenos Aires/Argentina)

Luis Tabachnik (Buenos Aires/Argentina)

Luiz Bursztyn (Rio de Janeiro)

Madeleine Mansur (Niterói/RJ)

Magale Dorfman (Rio de Janeiro)

Maira Denise Visacovsky (Buenos Aires/Argentina)

Marcelo Gruman (Rio de Janeiro)

Marcelo Horestein (Buenos Aires/Argentina)

Maria Fanny Zereman (Niterói/RJ)

María Soledad Schmidt (Santa Fé/Argentina)

Maria Violeta Ramayo (Buenos Aires/Argentina)

Mario Gitron (Santa Fé/Argentina)

Mauricette Rozen (Niterói/RJ)

Maurício Kravetz (Córdoba/Argentina)

Mauro Band (Rio de Janeiro)

Max Altman (São Paulo)

Maya Lambert (Buenos Aires/Argentina)

Miriam Gorban (Buenos Aires/Argentina)

Miriam Saposnik (Buenos Aires/Argentina)

Monica Wengrowicz (Lago Puelo/Argentina)

Mónica Beherán (Buenos Aires/Argentina)

Moses Scherman Filler (Santiago/Chile)

Nora Mirta Lijtmaer (Rosario/Argentina)

Nora Rut Krawczyk (São Paulo)

Osvaldo Kirzner (Buenos Aires/Argentina)

Pablo Lerner (Buenos Aires/Argentina)

Pablo Schulman (Rosario/Argentina)

Patricia Leschinsky (Santa Fé/Argentina)

Patricia Tolmasquim (Rio de Janeiro)

Patrício Brodsky (Buenos Aires/Argentina)

Paula Silber (Santa Fé/Argentina)

Pablo Kirschbaum (Salta/Argentina

Pablo Lerner (Buenos Aires/Argentina))

Rachmiel Meir Litewski (Rio de Janeiro)

Rachel Moreno (São Paulo)

Rafael Goldwasser (França)

Rafael Kruter Flores (Porto Alegre)

Raul Antonio Varassin (São Paulo)

Regina Kaplan (Niterói/RJ)

Renato José Mayer (Rio de Janeiro)

Ricardo Abramovay (São Paulo)

Rolande Paule Fichberg (Niterói/RJ)

Rosa Ana Grushka (Buenos Aires/Argentina)

Roseana Murray (Saquarema/RJ)

Ruben Schujman (Buenos Aires/Argentina)

Sara Grinspun (São Paulo)

Sarah Rabinovici (Niterói/RJ)

Sarah Feldman (São Paulo)

Sérgio Pechman (Rio de Janeiro)

Sergio Rabec (Buenos Aires/Argentina)

Sérgio Bloch (Rio de Janeiro)

Silvia Klein (Rio de Janeiro)

Silvia Marta Horowitz (Buenos Aires/Argentina)

Silvio Hotimsky (São Paulo)

Simão Felix Zygband (São Paulo)

 Sonia Faerstein (Rio de Janeiro)

Sonia Nussenzweig Hotimsky (São Paulo)

 Sulamita Esteliam (Recife/Pernambuco)

 Sylvia Mocny (Niterói/RJ)

 Sylvio Band (São Paulo)

 Tamara Tania Cohen Egler (Rio de Janeiro)

Tania Kirschbaum (Salta/Argentina)

Tania Mittelman (Rio de Janeiro)

Tatiana Salem Levy (Rio de Janeiro)

Tuba Barbalat (Buenos Aires/Argentina)

Valéria Llobet Spensky (Buenos Aires/Argentina)

Valeria Zinik (Buenos Aires/Argentina)

Vera Gertel (Rio de Janeiro)

Vera Lúcia Jursys (São Paulo)

Verónica Streiger (Entre Ríos/Argentina)

Victoria Silber (Buenos Aires/Argentina)

Yael Gaisiner (Rosario/Argentina)

2 Comentários

  • Responder julho 2, 2015

    João Baptista Magalhães

    Meu repudio a esta carnificina no Oriente Médio mas, infelizmente a ganancia, supera as virtudes necessárias para conseguir a PAZ Penso que as hipócritas potências que se manifestam pelo o acordo, por outro lado , intensificam a guerra para usufruir lucro na venda de armas.

  • Responder outubro 4, 2015

    Pierre Smolik

    • Caro senhor.
    Eu gostaria de entrar em contato com a Sra. Mauricette Rozen. Durante a guerra de 39-45, ela morava em uma casa na Suíça, hospedada pela família Imperatori. Esta casa era a propriedade, mais tarde o grande cineasta Charlie Chaplin. Atualmente estou escrevendo um livro sobre a história desta casa e gostaria de coletar suas memórias de sua estadia nesta casa. Você conhece a Sra. Mauricette Rozen? Você sabe como posso contatá-la?
    Agradecendo antecipadamente a sua ajuda, eu enviar-lhe, caro senhor, sua sincera.
    Pierre Smolik, La Tour-de-Peilz, Suíça
    In english language:
    Dear Sir,
    I would like to contact Ms. Mauricette Rozen. During the 39-45 war, she lived in a house in Switzerland, hosted by the family Imperatori. This House was the property, later of the great filmmaker Charlie Chaplin. I’m currently writing a book on the history of this House and I would like to collect her memories of her stay in this House. Do you know Ms. Mauricette Rozen? Do you know how I could contact her?
    Thanking you in advance for your help, I send you, dear Sir, my best regards,
    Pierre Smolik, La Tour-de-Peilz, Switzerland

Deixe uma repost