Meio século

Slide1A sede do centro da cidade já não comportava as programações. Foi então que um grupo de ativistas da Biblioteca Scholem Aleichem se mobilizou para comprar um imóvel que abrigasse não apenas as atividades culturais, mas também as sociais e recreativas. O casarão e o terreno da Rua São Clemente, em Botafogo, atendiam às necessidades e, depois de uma intensa campanha de arrecadação, foram adquiridos. Começava a nascer a ASA – Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação, fundada em agosto de 1964.

Com o tempo, concentramos os programas no terreno cultural. Desde 1989, editamos o Boletim ASA sem interrupção, publicando, bimestralmente, matérias de interesse judaico e geral. O pluralismo que o orienta desde o início reflete o diálogo democrático que caracteriza nossas raízes progressistas. Somos laicos e internacionalistas, mas respeitamos posições divergentes, desde que o diálogo se faça em nível elevado. Os debates que promovemos regularmente, o Círculo de Leitura quinzenal, as aulas de dança israeli e o Coral fazem parte de uma rede que mostra a ASA como um vibrante centro cultural. Eventos como o Encontro Coral anual e o Pessach laico ganharam o respeito e o interesse do público que gravita em torno da ASA.

O nosso cinquentenário é um marco importante. Vamos celebrá-lo à altura dos pioneiros que construíram a ASA e aos quais prestamos homenagem. Os eventos que estamos organizando para agosto refletem nossa identidade. Começaremos com um concerto de Turíbio Santos, um dos maiores violonistas de todos os tempos. No programa, obras das tradições clássica e popular. Encerraremos com um recital de música judaica, comandado pelo conjunto de Mauro Perelmann. Judaísmo e universalismo, particular e geral. Uma bela síntese da nossa história.

Venha comemorar conosco.

Boletim nº 149 – julho/agosto de 2014 – Ano 25

Seja o primeiro a comentar